The Lair of Seth-Hades: CURTO OS CURTOS
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

terça-feira, 10 de maio de 2011

CURTO OS CURTOS

SABOR.É.AR

Sedenta língua
Na tua, mingua,
Que sede tinha
Se ti me vinha
E antes te fosse
Eu vinho doce

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

DOIS VOANDO

                               A Paulo Leminsk

Ah, mar elo
Quer mar ave ilhar...
Mas elo se dá só se dando

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

DE.’RAP’.ENTE

Impera.a.dor diz.com.o.fio
Da navalha na garganta
Seja a flor que vaga em rio
Que te valha, como manta
Mina.a.dor que ao arrepio,
Por migalha seja, e tanta
Te proteja um cada pio
A verdade que te encanta
No furor de um quase cio
A-mor-talha como santa
Seu labor, um balbucio
Que te calha e se levanta
E um calor de todo frio
Te orvalha e desde a planta

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

POETAS

Se os poetas trabalham?!
Uns lidam com palavras
Outros, consentimentos

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

CIGANA

Ela lê gumes
Línguas e coisas
Inda mais afiadas

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

DIZ.SOM.ANTE

No mundo louco de hoje em dia,
Síndrome de Tom.é sabedoria...

Francisco de Sousa Vieira Filho
-------------------------------

DESENHO: Florian Nicole

29 comentários:

Renata Fagundes disse...

cantarolando poesia...é assim que li suas linhas :)


beeeeijo moço

Joakim Antonio disse...

Vim SABOR.É.AR e DE.’RAP’.ENTE, me peguei cantado.

Grande abraço Francisco!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Ficaram bem musicais alguns mesmo, né?!... :) forte abraço, Renata! Bjaum! :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Pegando jeito com os curtos e com a musicalidade no poema... :)

Forte abraço, Joakim! :)

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !
Deixo o meu aqui, caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Mari Marques disse...

Gostei demais de sua visita ao meu blog e ainda mais de ter conhecido esse espaço seu.
Também curto demais, os curtos.
Acho-os objetivos mas graciocisos ainda assim.
Grata pela visita
:D

Anônimo disse...

Lindos!!!
Gostei do título, rs...

A Paulo Leminsk... que (a)mar(avilha)!

Beijos =)

Nadine Granad (Lá... Pois... Ia)

Nara Sales disse...

Gostei muito dos poemas, cada qual de um modo diferente.

Cynthia Osório disse...

Quanta precisão nos curtos!!

ps.comentando teu comentário: é verdade 'às vezes, pra todos'

Beijão, moço!

Fernand's disse...

lindo.

sem se dar nada de amar elo.



bjs, querido.

Marinha disse...

Sabor.é.ar é maravilhoso, Francisco! Jogo de palavras, ritmo, mensagem e poesia em versos curtos. Amei!!!
Bjo e mais poesia no teu caminho.

Valéria Sorohan disse...

Que dizer da tua poesia? Que palavras usar para não ser repetitiva? Não sei...O fruto da tua poesia é doce e tua sombra é abrigo sempre. BeijooO* de imenso carinho!

Wagner Ortiz disse...

Gostei muito! Adoro pequeninos, outro dia dediquei um post sobre nanos, confira lá! Abraços!

Fouad Talal disse...

gostei dos miúdos, como diz hf, especialmente do "poetas".

bom passar por aqui Francisco....

forte abraço!

Í.ta** disse...

que ótimo título! :)

curto muito também.

e muito teus escritos. cortantes.

grande abraço!

Juℓi Ribeiro disse...

Belo, sensível, atemporal...

Fiquei encantada!
Um abraço.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Obrigado, Amanda Lemos. Seguindo lá... bjaum! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Eu é que agradeço, Mari Marques. Seja bem-vinda por cá. Beijão! :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Nadine, querida, saudades docê! Bjs mil!!!! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Apreciando teu espaço também, Nara... distraídos estamos salvos mesmo... beijos!!! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Oi, Cynthia... às vezes pra todos, sempre rsrs... é sempre uma mescla... a semente fica e impressa vem ela em casa texto, embora dedicado, em maior monta, pra uma só...

Bjs mil, menina! :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Amar.ela.ando... bjs mil, Fernand´s :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Obrigado, Marinha! Continue sabor.e.ando aqui... :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Que dizer da tua poesia? Que palavras usar para não ser repetitiva? Não sei...O fruto da tua poesia é doce e tua sombra é abrigo sempre.

Valéria Sorohan

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Conferindo lá, Wagner... forte abraço! :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

que ótimo título! :)

curto muito também.

e muito teus escritos. cortantes.


Í.ta**

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Forte abraço, Fouad Talal... :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijão, Juli Ribeiro... seja bem-vinda sempre... ;)

Rafaela Figueiredo disse...

muito bacana esse jogo de composições de palavras-poemas!
exige um olhar muito atento.

abraço