The Lair of Seth-Hades: 03/23/10
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

terça-feira, 23 de março de 2010

MALA SUERTE



MALA SUERTE

Hoje eu quero a dor 
Já nem anseio pela morte 
Quem me dera aquela sanha 
Se então me sobreviesse  
Uma outra melhor sorte 
E um bem maior teria sido o rancor 
Que por certo hei de guardar  
E em o lançando ao vórtice 
No ciclo inferi que só se repete 
E que mal abranda, quanto mais me aquiete 
Viva eu meu inferninho cá 
Que não me resta outra consorte 
Nesta vida boa coisa não há 
Tanto melhor seria a morte
Mas hoje eu quero a dor

Francisco de Sousa Vieira Filho

FONTE: VIEIRA FILHO, Francisco de Sousa. Lira Antiga Bardo Triste. Teresina - PI: Gráfica e Editoria O Dia, 2009. v. 500. p. 30.


ARTE:Dorian Cleavenger - http://reinosemnome.files.wordpress.com/2009/07/dorian_cleavenger_thejota.jpg

* Post Scriptum: calma, galera, não é algo de agora [risos]. A poesia, por vezes, consegue [mais que tudo] encapsular um sentimento e, como catarse, retirá-lo e imortalizá-lo [áinda bem que fora - risos]... ah, hoje li algo que gostaria de ter escrito, algo simples, direto, incrivelmente preciso e quase mágico em tudo o que comporta em si - "o poeta pena"