The Lair of Seth-Hades: HÁ-[SE MENTE] FÉRTIL
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

domingo, 16 de maio de 2010

HÁ-[SE MENTE] FÉRTIL



HÁ-[SE MENTE] FÉRTIL

No tropismo destas horas reverbera
O teu desejo, a tua voz, a tua chama
A mais fiel vontade, o que te esmera
De ascender, lutar, que o sol te clama

Que no oculto da terra não te espera
O tesouro a que teu âmago reclama
Que se[paras], viras pedra, cadavera
Na espera, tua dor não tem balsama

A morte, mais veloz, te quer na cruz
Quer-se sonho esta corrida para luz
Sombra traiçoeira que nos persegue

E mesmo corras, a que não te pegue
Sempre que morras, creia, se deduz
Pra além do pó, é que árvore reluz

Francisco de Sousa Vieira Filho

ARTE: http://www.uram.net/images/portfolio/06_09.jpg

52 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

E tem gente que acredita em deus.

Cada sujeito acredita naquilo que desejar.

:)

Maria Maria disse...

Obrigada pela trilha!

Lindo soneto!!!!Sinto um pouco de Gregório de Matos e Antoniel Campos.
É como a construção de um estilo e tema.

Um abraço,

Maria Maria

marinaCavalcante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marinaCavalcante disse...

Admiro sua prolixidade.

Sempre ótimos seus escritos...
idéias, forma e palavras que brincam.


*Enquanto lia, escutava
"Vision" - Victor Wooten.
Deu um quê a mais ao seu texto!

Abraços e obrigada por sempre me visitar!
*Desculpe-me pela demora em retribuir as visitas; Estou voltandooo!

Zélia Guardiano disse...

Lindo demais! Como sempre. Fico impressionada com o poder que você exerce sobre as palavras. Faz magia! É dizer abracadabra e ... sorte nossa!

Um grande abraço.

Í.ta** disse...

baita título para um baita poema,

ou o contrário

:)

grande abraço!

LUZIA disse...

Passando pra conhecer seu blog e agradecer o carinho de sempre!!
Um belo domingo:)
Abraços

Valéria Sorohan disse...

A morte descrita de forma bem inteligente.

BeijooO'

Juliana Carla disse...

********************************************

APOIO

*** TROFÉU THE BEST GB! ***

Boa noite amigo

O BRAILLE DA ALMA está concorrendo o Troféu The Best GB 2010 na Gazeta dos Blogueiros. Conto com o seu apoio. Para votar visite o site:

http://www.gazetadosblogueiros.com/

A votação vai até o dia 19/05/2010. Vamos somar forças numa só emoção! Ficarei feliz com sua colaboração.

Desde já fico grata.

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com/


********************************************

lolla disse...

divulgando meeu blog :

http://lollaramonad.blogspot.com/

_ me segueem que na hora eu sigo tbb (:
*bgs :*

Felina Mulher disse...

Olá meu querido.

Deus te deu o dom de brincar com as palavras e consegues falar da morte com mt sutileza.

obrigada pela visita, o Mar te mandou Lembranças.

Beijinhos da FElina.

jefhcardoso disse...

Gostei muito do poema. Captei na sombra a fatalidade a que estamos fadados. Mas é isso. Façamos poesia enquanto o mundo nos encanta e podemos falar.


Abraço do Jefhcardoso e obrigado por sua atenção ao meu blog.

Tenha uma ótima semana, Francisco.

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Lindo, sensivel e inteligente...como semepre vc arraza!! bj** uma linda semana pra vc!!

BAR DO BARDO disse...

Baixou o sr. A.A.

Bom!

Vanessa Souza Moraes disse...

Depois do pó, apenas o pó, rs.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Pelo menos reconhecemos ambas sejam crenças, Vanessa rs... :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Influências de que não posso me arredar, Maria Maria...

Um forte abraço e sê bem-vinda por cá! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Não conhecia a música, fuçei na net e fui atrás de conhecer... belíssima, marinaCavalcante. Muito bem encaixada...

Beijão, menina!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Por um elogio assim até me esforço por tirar mais coelhos da cartola rs... beijão, Zélia! Mas, saiba, não sou o único mago aqui... [Andei explorando teus espaços pra purgar antes sem tempo -> Enfeiteçamo-nos...]

Forte abraço! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

O contrário também vale rs... obrigado, caro Í.ta**

:)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Abraços mil, LUZIA! Bem-vinda por cá! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

E a vida também, caríssima Valéria... :) Beijão! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

O "Braille da Alma" já tem meu voto! Beijão, Juliana Carla! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Oi, lolla, tudo bem? Posso até seguir sim, beleza, sem pró algum, mas antes quero pondere no seguinte alerta: [não é sermão, que não sou padre rs...]

-> O objetivo aqui não é [ou pelo menos não deve ser] conseguir números [em seguidores] e sim fazer amigos por gostos e afinidades [é isto que busco]. Quando sigo um blog, sigo-o porque aprecio, porque gosto de visitar, porque mexe comigo, me toca, me impressiona, me cativa, me desperta... doutro modo, não, não sigo... vou espiar seu canto lá, aí a gnt. vê...

Xêro, menina! Seja bem-vinda! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

[Ah, mar] manda lembranças também... :) Brinquemos com elas...

Beijão, Felina!

;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Suplantemos, pois, as sombras com a luz [interior].

Abraço, jefhcardoso!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Arrazemos, arrazoemos e contra-arrazoemos... :)

Obrigado e beijão, Escrevo Palavras e Choro Poemas... [inda descubro seu nome pra evitar pôr o do blog sempre rs...]

Xêro!

;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Um quase-médium-canal-esotérico [risos]...
e que venha Augusto se em prol da arte...

Forte abraço, Bardo Pimenta. :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Tu o dizes, Vanessa... tens prova científica?! rs... fé é fé, ciência também é... :)

Xêro, menina!

Vanessa Souza Moraes disse...

E onde está a prova de que há vida após o pó? Rs. Alguém voltou para contar? :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Bem, acaso estivéssemos num campo jurídico do debate, haveria de quem alega provar o ônus, mas - como não estamos - [penso] se prova não há, por que o argumento contra teria maior peso e valor?! :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

P.S.: a semente morre pra que nasça a planta; o sol se põe, pra renascer no dia seguinte... a vida inteira está envolta em ciclos...

“Repetimos vida após vida os fracassos, atraímos os mesmos amantes ou cônjuges que traem, os pais que oprimem e tiranizam, etc”. Sigmund Freud

“O segredo do mundo é que tudo subsiste; nada morre, apenas desaparece de vista durante algum tempo, para surgir outra vez...” Emerson

“Nada perece, embora tudo se mude cá na terra; as almas vêm e vão incessantemente em formas visíveis”. Ovídio

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

"Onde quer que um asiático me indagasse sobre uma definição da Europa, eu era forçado a responder: é a parte do mundo que é tomada pela incrível ilusão de que o homem foi criado do nada, e de que este seu nascimento é sua primeira entrada na vida." Arthur Schopenhauer

"Observando que existo neste mundo, creio que, em uma forma ou outra sempre existirei." Benjamim Franklin

"Estou certo de que estive aqui como sou agora, milhares de vezes antes, e espero retornar milhares de vezes." G. W. Goethe

"Assim como vivemos milhares de sonhos em nossa vida atual, do mesmo modo nossa vida atual é apenas uma das milhares dessas vidas nas quais entramos depois de uma outra vida mais real... e então regressamos após a morte. Nossa vida é nada mais que um dos sonhos dessa vida mais real, e assim ela é interminável, até a verdadeira, última e real vida - a vida de Deus." Tolstói

"A genialidade é produto da experiência. Alguns parecem pensar que se trata de uma dádiva ou talento, mas ela é fruto de uma longa experiência acumulada em muitas vidas." Henry Ford

Adriana Karnal disse...

vc é dos sonetos...adoro.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Dos sonetos, dos versos-livres [ou quase], dos contos, das crônicas, das letras e das horas insones... :D

Beijão, Adriana! Seja bem-vinda! :)

P.S.: espiando seus espaços lá...

Vanessa Souza Moraes disse...

Sem campo jurídico, por favor, rs.

E, sim, Psicanálise não é ciência, é um saber. E o inconsciente não é nem ato de fé, já que se manifesta de várias formas.

E nem é espírito, hahaha.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Bem, Freud discorda... :D

[não vou nem falar do Jung, porque seria apelação]

“Repetimos vida após vida os fracassos, atraímos os mesmos amantes ou cônjuges que traem, os pais que oprimem e tiranizam, etc”. Sigmund Freud

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Estranho diga isso sob os auspícios de um saber que tem por etimologia psiquê que quer dizer alma / espírito... :D

Pâmela Grassi disse...

No oculto da terra, o húmus que fertiliza a morte em palavras vivas,

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Do mais sábio lugar comum: se se começa a morrer quando se nascer... vida e morte são dois lados de uma só moeda... :)

Beijão, Pâmela! Aprecio muito seu "alinhavo de cores"! Seja bem-vinda por cá! ;)

Flavio Ferrari disse...

Digno de gregórios ...

Juan Moravagine Carneiro disse...

Você tece como poucos as palavras...

agradecido pela visita ao Rembrandt

Abraço

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Espero poder honrá-los [gregórios e augustos]. Forte abraço, Flávio, e seja bem-vindo por cá! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

E é que agradeço, Juan. Estou degustando o Rembrandt post a post.

Forte abraço!

Hana disse...

Oiiiiiiii, vi aki te ler, deixar meu afeto e elvar daki suas palavras seus versos sua poesia que são caras pra mim, adimiro seu blog isso vc ja sabe, e quero agradecer por estar sempre me visitando muito obrigada amigo!
com carinho
Hana

rosa-branca disse...

Lindo soneto meu jovem, eu diria mesmo, a magia das palavras. Claro que as palavras só são mágicas quando, quem as diz, possui a magia do sentir. Beijo meu

Sandra Botelho disse...

Eu na minha ignorancia...Só posso te encher de elogios, não entendo nada de metricas e etc. mas entendo do que enche meu coração de emoção, E sua poesia causa esse efeito em mim. Por isso gosto demais.
Bjos achocolatados

Escrevo Palavras e Choro Poemas disse...

Passando pra te deseja uma boa noite!bj*

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Obrigado pelo carinho, Hana! Sou eu que tenho que agradecer... Beijão! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Forçoso é concordar, Rosa Branca... Letra é moldura, é veste - sentimento é ruptura, é tensão, que de palavras, por vezes, se reveste... A letra é trovão que antecede o sentimento-raio... mas, é fato, que por vezes tem trovão sem raio... :D

Beijão, Rosa Branca! Seja bem-vinda! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Efeitos assim tais te causem ao coração e sempre, Sandra Botelho... beijão, menina! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijão [Escrevo Palavras e Choro Poemas] e bom dia já rs...[precisa me dizer seu nome, que o do blog sempre fica grande cá rs...] ;)