The Lair of Seth-Hades: AFORA O AFORISMO, É QUE HÁ FORO E DESAFORO
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

sábado, 30 de abril de 2011

AFORA O AFORISMO, É QUE HÁ FORO E DESAFORO


EM.SINA


Muitas vezes, fazemos, tão-somente, aquilo a que fomos ensinados a fazer, sem discernir, ao certo, tais ordenanças sejam educação ou mero adestramento. Ignoramos, também, o rótulo de certo ou de errado que eventualmente pese sobre muitos destes ditames seja algo que nos foi legado, mas que cremos, intimamente nosso, a ponto de não podermos arredar do destino de segui-los... por vezes cegamente...

Francisco de Sousa Vieira Filho

-----------------------------

Conhecer os grilhões que te aprisionam não te torna menos cativo do que os que se julgam livres, sem que o sejam, só te torna mais triste com o viver no cativeiro. De vez em quando, se sente vontade de voltar para a Matrix... 

Francisco de Sousa Vieira Filho
-----------------------------

Vi homens excelentes julgarem se bastarem a si mesmos, contentando-se com suas excelências, regozijando-se tão-somente em terem outros tantos, tão excelentes quanto, entre seus pares, e nada fazerem, nada produzirem de bom, de belo, de novo, de útil, nem mesmo de fútil, motivados sempre por este comodismo e pelo orgulho vão de serem excelentes. Um dia eles morrem e viram nomes de ruas de que ninguém se lembra.

Francisco de Sousa Vieira Filho
-----------------------------

Há um tipo de humildade nobre – a despeito da aparente incongruência entre os termos a que se ladeia – que só se encontra nos mais baixos e nos mais altos níveis. Esta não se vê, corriqueiramente, entre os médios.

Francisco de Sousa Vieira Filho
-----------------------------

The wisdom says:
The dark angel of vengeance
Have no freedom,
But too much power...
Choose one!

Francisco de Sousa Vieira Filho
-----------------------------
 

IMAGEM: Jose A Gallego 

5 comentários:

A Mina do cara! disse...

fazia tempo que eu não aparecia por aqui. fiquei um pouco afastado da blogosfera, só escrevendo e sem tempo de ler os amigos...

e aqui continua com a qualidade no topo!

abraço

Valéria Sorohan disse...

Há quem seja feliz navegando em mares revoltos e quem o seja em plácidos lagos. Também há os eternos atormentados que, em mares, anseiam lagos e, em lagos, almejam mares.


BeijooO*

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

A impresão dos amigos é sempre um ótimo termômetro, quer andem sumidos ou presentes sempre... os textos do "A Mina do Cara!" contem um humor único e refinado... tow sempre por lá, embora também nem sempre comente...

Forte abraço, 'A Mina do Cara!'

Vou sempre te chamar pelo título do blog kkkkkkk...

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Acho que sou dos atormentados, Val! :D

Forte abraço, menina! ;)

P.S.: belíssimo aforismo... os meus tão um tanto longos rsrs...

Joakim Antonio disse...

The power of wisdom!

Andas sempre passeando nas esferas do conhecimento, sorte nossa!

Abraços Francisco!