The Lair of Seth-Hades: DÊ.DE.ILHAR
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

DÊ.DE.ILHAR


DÊ.DE.ILHAR

Dedos são brinquedos
Quedos ou movendo
Leem-te os segredos
Todos os teus medos
Ledos vão morrendo
Morre-se em degredos
No tredo não se fica
Carícias mais suplica
A implorar sem freios
O bem que seios todos
Seguir que sem engodos
Desfazem-te os receios
Se te entremeio os meios

Francisco de Sousa Vieira Filho

FOTO: http://www.alexzhernosekphoto.com/

19 comentários:

L. disse...

Uma boa forma de tocar a alma, é tocando o corpo. Dedos e tudo o que sua pontas podem proporcionar. Leve! Forte! Como seja...

Valéria Sorohan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valéria Sorohan disse...

Depois de tudo isso vou fazer igual a tia Ritinha e pedir saúde pra gozar no final.

BeijooO moço!

Henrique Pimenta disse...

uma articulação

os dedos articulam
ao gozo

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Também sou adepto do monismo, L... 'tudo é um'... todas as coisas provém de uma só em sua origem, ponto de convergência... o corpo seria talvez a face visível da alma, e ela a porção invisível do corpo... incrível é que se pode tocar a alma com um simples toque de mãos... ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

À Saúde, saudemos, pois... :D

Bjaum, Val!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

E se articula é que dê.de.ilhar, ao invés de separar cria pontes, aproxima...

Forte abraço, Bardo! :)

Í.ta** disse...

me levou à cássia eller cantando "você é dedos, e eu te quero todo".

muito bom teu poema!

abraços!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Valeu, Í.ta**! Forte abraço! :)

RITA DE CÁSSIA disse...

OI MEU QUERIDO, MAS Q SUMIÇO O MEU, SINTO-ME ENVERGONHADA...
MAS VC Ñ DEIXA DE SER UMA PESSOA BASTANTE QUERIDA POR MIM E TEUS POEMAS SÃO SEMPRE ESSA DELÍCIA DE CARÍCIA A ENVOLVER OS OLHOS NUM DELEITE INCOMPARÁVEL.
BJOOOOOS!!!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Eu que peço desculpas, Rita, o sumiço foi meu... andei aperriado... mas cá estou de volta... ;)

Primeira Pessoa disse...

entremear os meios... poesia, poeta... poesia...
bela associação de palavra e imagem.

tava com saudades de vir aqui e deixar um abraço.

Joakim Antonio disse...

Tudo sempre bem arquitetado e concretizado aqui.

Um ótimo fim de semana!

Nadine Granad disse...

*aplausos* = estalar de dedos

Adoro, adoro o brincar de sentidos, palavras, sons!

Beijos =)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Obrigado por é.de.ficar aqui, Joakim Antonio! Forte abraço! :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Oi, Nadine! Obrigado! Também sou fã de brincar com as palavras e sons... ;) Beijão!

Insana disse...

Sentir e ser sentida com as pontas dos dedos vasculhando descobrindo encontrando a busca o gozo o prazer.
dedos sao magicos.

bjs
Insana

ph disse...

Dedos são dedos, ora... mas o que a falta do que fazer faz com a gente! Chico, acho que nessa ora tu tava com um b... entre os dedos... hehehe!

Medeiros Alencar disse...

Eroticamente romântico.
O trocadilho do título foi incrível.
Adorei teus textos, o blog em si é fanstástico.
Estou seguindo.
Abraços