The Lair of Seth-Hades: A MARÉ [BAIXA]
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A MARÉ [BAIXA]


A MARÉ [BAIXA]

Amor se.quer regado
E volta a ser semente
Acaso desprezado
E, por mais que tente,
– Bem pode até morrer –
Difícil é de dizer
Se torna, ou se lhe vai
Qualquer que seja o ai
Maior ou diminuto
Se fica, ou se lhe resta
O véu que pela fresta
Lhe é mortalha, o luto.
Pequeno na passagem,
Inda que a menor,
É quase uma visagem,
Sabe-o já de cor
Caminho que de volta,
Regaço, seu descanso,
A prescindir de escolta
Quer aninhar-se, manso,
Tal dor que segue cego,
Em ondas espumantes,
Fulgor que já é só ego
Se perde nas vazantes,
[De há muito, se apagou]
Deixai, pois, lhe abracem
Qual não fizeram dantes
E é bom que logo passem
Tais ondas que só antes
Não lhe viravam o rosto
Que desgosto, face gosto
Na viração de amar é
E amarelo então se rompe
O sol, no horizonte, irrompe.

Francisco de Sousa Vieira Filho

IMAGEM:  Francisco de Sousa Vieira Filho

22 comentários:

Colecionadora de Silêncios disse...

Oi, Francisco.

Gosto muito da forma como vc se expressa poeticamente. :)

Lindo poema!

Beijos

Flávia Diniz. disse...

Bom diiia ;)

Anônimo disse...

É que qualquer coisa é melhor que a inércia! Beijos, Nina

Tania regina Contreiras disse...

Belo o poema, e amei teu comentário no Roxo!
beijo,

Cynthia Osório disse...

O bem é que o sol sempre volta!

Beijos, senhor escritor com ivros lançados!

Úrsula Avner disse...

Caro Francisco, belo poema com grande sonoridade e expressão poética singular... Feliz 2011 com muitas conquistas. Grande abraço.

Lou Albergaria disse...

Maravilhoso poema!!!

Saudades de você!!!

FELIZ 2011!!!

Amei a foto também! Mas eu sou suspeita, O Sol é meu guia espiritual...meu regente, meu maestro...

Tenha um ótimo fim de semana!!!

Lou

Renata Fagundes disse...

amor busca e perda...

obrigada pelo carinho e pela presença logo no iníciozinho do ano...rs


beeeeeijo

Mulher na Polícia disse...

Oi Francisco!!!

Cegue cego
Amar é amarelo...

Como eu gosto daqui!

Um beijo!

Juliana Carla disse...

Francisco,

Já tive um caso não regado. Não sei lhe dizer ao certo se era amor. Penso que foi paixão. O amor fica, crava. Bom quando a dois. Se vai, se for seu, volta.

Quanto a sua dúvida deixada nesta postagem http://bit.ly/hUzWQ5 , o programa que uso para compor a maioria das imagens do meu blog, é o Photoshop. Porém, na arte do post, não fui eu quem adicionou o clip. No entanto, com o CorelDraw se consegue fazer isso. Caso sinta dificuldades existe o PhotoScape. Ele é bem prático. Nele você pode adicionar formas prontas ou exportar outros ícones de sua preferência.

Espero ter ajudado amigo.

Bjuxx e xerooo

Vanessa Souza Moraes disse...

Amores guardados, não aproveitados, como cantou o Chico Buarque...

Marinha disse...

Que texto criativamente lindo!!!
Bjo e uma semana de paz pra ti, querido.

Rodolfo Rios disse...

Você tece com gosto as palavras. Um sentimento forte e devorador!

Sucesso!

Isaías

Cris de Souza disse...

" rio e me sinto mar... "

beijo, poeta!

Insana disse...

O amor nao se rompe.

bjs
Insana

Valéria Sorohan disse...

Poesia é transportar alegria no coração, mesmo a maré estando baixa.

BeijooO*

Filha do Sol do Equador. disse...

A manhã seguinte sempre chega!

Keila Costa disse...

Bela poesia!

Nadine Granad disse...

Saudades de ler o mestre...

Que belo!... O amor cantado assim, altos e baixos...


Beijos =)

Flá Perez (BláBlá) disse...

ah, estou gostando, estou gostando, não tem nem um verso imperfeito.
bjbjbj

tonhOliveira disse...



Amar é ELO!

:)

guru martins disse...

..."amarela flor-do-dia
nasce cresce morre
como eu e a cantoria...

aquele abraço