The Lair of Seth-Hades: EU-CAMINHO
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

terça-feira, 20 de abril de 2010

EU-CAMINHO



EU-CAMINHO

Certa vez me disseram
Que o fim é o meio
E mais importa ao caminheiro
Caminhar
Que ao fim do caminho chegar;
Disseram ainda:
A luz não está no fim do túneo,
Mas nas mãos de quem palmilha
O caminho;
E certa vez eu li:
Querer chegar
É já ter percorrido a metade dele;
E encontrar seu fim
É mera conseqüência da procura;
Agora eu digo:
Somos o caminho
Que ao palmilhar mudamos...
E que mais faz o caminheiro
Senão o seu caminho caminhar?
Mais importa ao caminheiro
O caminho caminhar.
É que mais razão não há
Em perseguir o fim do caminho,
Que o caminho é fim em si,
E já não meio.
E encontrar seu fim
É mera conseqüência
De havê-lo decidido trilhar
Lá de início.

Francisco de Sousa Vieira Filho

ARTE: http://luca-de-bellis.deviantart.com-art-Arles-159748007[Arles_by_Luca_De_Bellis].jpg
&
http://fc77.deviantart.com/fs28/i/2008/052/e/0/together____for_ever____by_WiciaQ.jpg 

9 comentários:

Re Fagundes disse...

O fim de um caminho é o início de um novo caminhar...curiosidade humana de trilhar.

Li uma vez que o caminho é feito ao andar e que não nos devemos preocupar se há luz no fim do túnel..devemos acender a nossa.

Tenha um dia de caminhos surpreendentes.

bjo grande

BAR DO BARDO disse...

É túnel destemperado... Haja luz!

Mai disse...

Caminhar...E vamos seguindo até a hora que não sabemos precisar.

Lou Vilela disse...

Gostei do poema e das reflexões propostas! Texto bem construído, meu caro!

Í.ta** disse...

"não sei onde eu tô indo,
mas sei que eu tô no meu caminho"

raúl :)

grande abraço!

Lara Amaral disse...

As bifurcações desse caminho deixam-nos tontos, temerosos, mas ao menos há escolhas.

Beijo.

Stutz disse...

Nossa! Muito tempo que eu não comentava!

Não pense que é por falta de visita. Não é.
Visito sempre que possível; o problema é querer comentar e não querer parecer batida.

O que eu posso dizer que já não tenha dito?
Ou que alguém já não tenha dito?
E eu vivo nessa busca do diferente...

Mas tá lindo.
De novo, registro minha inveja por sua poesia.

Fim? Começo? Importa? Vida.


PS.: mudei o endereço do meu blogue: http://absurdoabinitio.blogspot.com/

mdsol disse...

Boa caminhada.

:))

poesia se quer disse...

... também ando em busca de caminhos novos... bjo, bom fim de semana, Francisco.