The Lair of Seth-Hades: VÊ-[L]Á-O-MÁR
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

VÊ-[L]Á-O-MÁR




VÊ-[L]Á-O-MÁR


Há-uma
Faz sina ação
De roto-lar
Que des[a]briga
Face tugúria
E se nos fez
Ao dar-se
Em porta
Ânsia além
Da [de vida]
E a[o] mar se ía
Alma[r] que
Sendo tina
Mora o coral são
Quer?! Vê! Lê! Já!
Que tenta-ação
Se ab[surdos] 'sãos'
Que não se jogam
‘Almar’
E não se dá ré
Em luz de proa
Ré-seio que
Se a colho
A [l]ida é boa

Francisco de Sousa Vieira Filho 

FOTO: http://ffffound.com/image/a270cb7bb839710adeda8838c951e0a0fdec6d0f

32 comentários:

Lara Amaral disse...

Uma arte em palavras, em forma, em conteúdo. Demais!
;)

Paulo Jorge Dumaresq disse...

O coração vê lê já nas ondas do poema.
Simplesmente ótimo, Francisco.
Abraço, conterrâneo de Torquato.

Ava disse...

Delicoso esse seu jogo de palavras, que nos faz viajar por entre significados imaginários.

Beijosm e carinhos meus.

Pólen Radioativo disse...

Eita, caríssimo... Isso é que se jogar "ao mar" das possibilidades literárias. Tens o leme do versejar... Fazes o que queres com as palavras.
Fantástico!!! Adorei!!!

Um beijo.

guru martins disse...

...mas que por essa porta
pode ser belo...

abraço

Úrsula Avner disse...

Olá poeta,

é preciso ler e reler sua poesia para apreendê-la... Como disse a Lara- uma arte em palavras... Um abraço.

Úrsula

Í.ta** disse...

ah, essa quebra de versos,
essa escrita que se apresenta sendo várias.

maravilhoso, cara!

muito muito bom lê-lo.

abração!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Tow lapidando, aprendendo... exer [ci-cio]! :D

Beijão, Laritcha!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Vê, lê, já!

:D

Forte abraço, Paulo Jorge Dumaresq! :D

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Saudades docê por cá Ava! Forte abraço, menina! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Jogar-se 'almar' das possibilidades literárias... No leme desse verso-já... Fazemos, queremos, quereres de palavras e sentimentos.

Beijos mil, Dri! E que não só o pólen mas o mel também... ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Belo seja na em-porta-ânsia que se deva dar...

Abração, guru! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Vez em quando resolvo via-já e por via pouco navegada... :D

Beijão, Úrsula! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

ah, essa quebra de versos,
essa escrita que se apresenta sendo várias.


Í.ta**

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Fuçando cá:

Não se dá ré
Luz de proa
Que ré seio
Se há colho
A ida é boa

Wania disse...

Francisco

Lindo este teu vai e vem de palavras... um mar de poesia para os meus olhos navegarem!


Bj grande, meu amigo!

Léo Santos disse...

Tchê, mas, tu conhece as palavras pelo nome, pelo cheiro, pelo gosto... Acho até que elas dormem contigo na tua cama e comem nas tuas panelas... Tamanha é a intimidade que tens para com elas... Ao ponto de tirar-lhes a roupa, tocar-lhes o íntimo e mudar-lhes o gênero! Parabéns!

Um abraço pra ti!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijos mil, Wania! Naveguemos juntos então... ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Tchê, mas, tu conhece as palavras pelo nome, pelo cheiro, pelo gosto... Acho até que elas dormem contigo na tua cama e comem nas tuas panelas... Tamanha é a intimidade que tens para com elas... Ao ponto de tirar-lhes a roupa, tocar-lhes o íntimo e mudar-lhes o gênero!

Léo Santos

Saudades de suas visitas cá, brother! Apreciando os contos lá no Nota Preta sempre e também as incursões na poesia... ;)

tonhOliveira disse...



Lá no po--etica tem o cara V elas!







)
+)
)
V

~~~~~~~~~~☼~~~~~~~~~°

→ Rein vent and(as)o!

Abrrrrraço-tchê FransChico!

José Carlos Brandão disse...

Vejo o poeta que luta com as palavras, cria e recria, em busca da imagem, da música, da antimúsica.
Interessante resultado, instiga.
Abraços.

Lou Vilela disse...

Cheguei! rs

Pegando carona com o Tonho, adoro esse (re)in.ventar. - Excelente exercício! ;)

Beijos

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Rein vent and(as)o cara V elas!

Forte abraço, Tonho! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

poeta que luta com as palavras, cria e recria, em busca da imagem, da música, da antimúsica.
Interessante resultado, instiga.


José Carlos Brandão

Forte abraço, José Carlos! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijão, Lou! Re-in-ventemos! :D

Valéria Sorohan disse...

Vejo que conhece bem a luta com as palavras.Mas, vc as vence,e elas vêm "em torrente caudalosa"

BeijooO*

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Que poetizar não deixa de ser luta ranhida... com palavras, alma, coração e com o mundo... ;)

Beijão, Valéria! ;)

Sílc disse...

Muito linda sua Casa que eu não conhecia. Já estou a passear po ela. Lindo ser recebida ao som de Capela. Essa postagem está fazendo a imaginação alçar voos. Palavras colocadas de maneira encantadora, inteligente e que nos deixa muito a refletir. Parabéns! Já estou aqui também te seguindo. Obrigada pelo imenso aprendizado.
com amor e carinho,
Sílvia
http://www.silviacostardi.com/

Keli Wolinger disse...

Obrigada pela visita ao Anacrônica!

Me encantei com seu espaço e procurarei mais vezes "Vê-[lá]- o- Már".

Bjos,

Keli

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Oi, Sílvia! [silc] Que bom que apreciou nosso cantinho cá. Seja bem-vinda! ;) Aprendemos juntos... Forte abraço! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Oi, Kelly! Seja bem-vinda! E saiba: o encantamento foi recíproco! Beijão, menina! ;)

Hana disse...

Concordo com a arte em palavras, sua sabedoria me faz te adimirar, vc deve ter nobres colegas, mas seu coração é mais nobre ainda, seus escritos vem da alma, esta é a nobreza que vejo em seus escritos.Poderia tecer elogio até o amanhecer, mas pra ke se vc ja sabe de tudo isso, caro amigo, meu beijinho humilde aki deixo.
com carinho
Hana