The Lair of Seth-Hades: SENTINELA
Arte: Meats Meier - http://beinart.org/artists/meats-meier/gallery/meats-meier-2.jpg
Presente do amigo Zorbba Baependi Igreja - artista plástico, poeta e um dos idealizadores da Revista Trimera de Letras e do Projeto Academia Onírica [poesia tarja preta].

LIRA ANTIGA BARDO TRISTE & LIRA NOVA BARDO TARDO

Galera, estou pondo uma conta PagSeguro à disposição, para quem [assumindo o risco por sua própria alma] tenha interesse em adquirir um de meus livros [Lira Antiga Bardo Triste ou Lira Nova Bardo Tardo]. O custo de cada exemplar é de R$ 10,00 + R$ 5,00 de frete. Valeu! :D

P.S.: a PagSeguro não fornece um sistema de cadastro de vários produtos, de modo que, quem efetue a compra, deve me enviar um e-mail [iarcovich@hotmail.com], ou mesmo me deixar 'comment' aqui mesmo num dos 'posts', dizendo qual exemplar deseja receber. Por hora, a forma de pagamento disponível é apenas a de boleto bancário. Amanhã já liberam pra cartão. ;)

Pag Seguro - compra dos livros

Carrinho de Compras

terça-feira, 6 de abril de 2010

SENTINELA


SENTINELA

Na solidão das febres outonais, ele te vela
E zeloso te protege, qual se anjo querubim
Na malquista das horas, ele logo se revela
O coração que te é chegado, o mais afim

A decantar meias-verdades que se espera
Nublem as partes que pareçam carmesim
Aos lábios loucos que te são os desta era
Se te oculta a peça ausente, e faça assim

É que na dor de não sentir-te, ele pondera
E não se importa perca a si antes do fim
E nessa mansa paciência é que te espera

Mesmo o nada, inda o não, ou mesmo: sim
É que te priva a face, o mundo e esta fera
A tola voz que inda te faz pensar em mim

Francisco de Sousa Vieira Filho

ARTE: http://wlop.deviantart.com-art-Daybreak-143798648.jpg 
[Daybreak_by_wlop]

22 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Meio que anjo da guarda - que tenta.

Boa execução!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

É o que se [sente nela]... :D

Valeu, Henrique, forte abraço!

P.S.: vi que está de volta após semana santa ausente... ando mutilando a métrica [e mesmo aqui] por 1 ou 2... no Jay-Z fizeste à perfeição...

Mai disse...

Estar ali. É bom saber que se pode contar com...
abraços

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Forte abraço, Mai! Obrigado pela visita. ;)

Que sempre se possa contar com "ele"... :)

dine disse...

É que na dor de não sentir-te...
tão bonito!
e eu nem tinha me ligado na possibilidade da palavra sentinela- sente nela! adorei!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

O título é chave da charada... sempre dizem meus poemas muito racionais... fiz um pra se sentir [cem] sem [tido]... :D

P.S.: Ei, menina, cadê teu e-mail pra te enviar o e-book do "Na Natureza Selvagem"?!

L. M. disse...

Lindo! A imagem, apesar de forte, trouxe-me uma sensação muito boa (adoro embarcações tipo piratas).
Vou tirar o atraso e ler as coisas antigas. Só tem coisa boa por aqui!

dine disse...

opa! prestar atenção mais nos nomes dos poemas! email?
ta aaqui!
mudaessapostura@hotmail.com

Rita Apoena disse...

Que bonito! (Mas olha eu enchi a boca para falar essas duas palavras.)

Lara Amaral disse...

Está no aguardo... por detrás da voz às vezes vem algo, às vezes não.

Que lindo, poeta.

Beijo.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Bem-vinda, bela Rita! E que a poesia que em mim habita te encha e sempre [mais que a boca] a alma! ;)

Beijo, menina!

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

E pouco aguarde o que se sente,
E solte a voz o travo da garganta...

Beijão, caríssima Lara! ;)

Marcelo Novaes disse...

Francisco,


Eita Guardião Danado. Misto de Cérbero com Ogum Megê Sete Espadas...




;)







Abração.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

kkkkkk... Ogum Megê Sete Espadas é a primeira vez que ouço falar... Guardião-anjo-mentor seja lá o que for...

Forte abraço, Marcelo!

Re Fagundes disse...

Ser observada e guardada..gostei.

Adoro seus textos (quando entendo)
são elaborados demais pro meu intelecto limitado (burrice), me dê um desconto professor :D

Passei pra agradecer o carinho de sempre e dizer que é muito bom ter vc por perto.

beijos cintilantes

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Bobagem, Rê, eu - de costume - é que viajo um pouco além da conta... :D

Forte abraço, menina!

;)

Eliana Mora [El] disse...

...diferente dos outros, meio em 'entrega', gostei.


beijo da El

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijão, Eliana! Sempre recebo via mail os 'posts'...

;)

Priscila Rôde disse...

"...É que na dor de não sentir-te, ele pondera."

Ou não!

Belo, Francisco.

Meu beijo.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Beijão, Priscila! Seja bem-vinda, menina! :D

Hana disse...

Então amigo este tipo de tema rende páginas de livros sobre perdoar a sim mesmo.Pq não escreve um livro adoraria te ler.
com carinho
Hana

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

O livro tá escrito, mas por hora só publiquei o de poesias rs... grana, mardita, grana rs... :D